SESCOOP no Estado de São Paulo
Serviço Nacional de Aprendizagem
do Cooperativismo

 
 
           Login:      Senha:    
 
  
   
 
 

Institucional
Serviços
Programas e Projetos
Cursos e Eventos
Canais de Comunicação
 
  

Cooperativas de saúde participam de intercâmbio nos Estados Unidos
12/06/2019

Mais um grupo, formado por 35 dirigentes de Unimeds paulistas, participou do intercâmbio técnico do ramo Saúde, realizado nos Estados Unidos entre os dias 24 de maio e 5 de junho. A programação incluiu visitas a empresas e startups de tecnologia em saúde, operadoras de saúde e hospitais nos estados da Califórnia e de Nova Iorque. Além disso, o grupo visitou as universidades Stanford e Columbia.

Durante o intercâmbio, os participantes se inteiraram sobre as tecnologias mais inovadoras no setor de saúde, como a inteligência artificial, a telemedicina, os prontuários eletrônicos e os modelos de atenção primária à saúde (APS), entre outras inovações, que caracterizam a chamada “medicina do futuro”.
De acordo com a coordenadora do ramo Saúde no Sescoop/SP, Lajyarea Duarte, o intercâmbio técnico teve como objetivo inspirar os dirigentes para a construção de um futuro sustentável para as cooperativas de saúde no mercado brasileiro, por meio da inovação, do uso da tecnologia e da APS.
“Durante o intercâmbio, ficou claro como as empresas de tecnologia têm trabalhado e desenvolvido ferramentas para melhorar o cuidado ao paciente, a organização do trabalho médico e o acompanhamento do percurso assistencial”, explica a coordenadora.
O grupo foi acompanhado pelo presidente do Sistema Ocesp, Edivaldo Del Grande; e o superintendente técnico executivo, Flávio Bersani. Como convidados, participam o presidente da Uniodonto do Brasil e diretor do ramo Saúde na Ocesp, José Alves Neto; e o presidente da Uniodonto Paulista e conselheiro fiscal do Sescoop/SP, Luiz Eduardo Zaccharias.
Depoimento
Para o presidente da Unimed Piracicaba, Carlos Joussef, o intercâmbio foi fundamental para o Sistema Unimed saber qual caminho trilhar para a sobrevivência das operadoras singulares.
“As ideias já existem, temos urgência em aplicá-las e o Sistema Unimed não pode estar atrasado, pois outras empresas do mercado de saúde no Brasil já conheceram e estão aplicando esse modelo de inovação que passa pela tecnologia da informação, explica.


  
  
 
 
© Todos os direitos reservados ao SESCOOP/SP. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.